Clique e assine com até 75% de desconto

Por que quem dirige mal é chamado de “barbeiro”?

Por Daniela Fescina Atualizado em 4 jul 2018, 20h12 - Publicado em 20 jan 2014, 14h16
PRcarro

Pergunta do leitor – Samuel Nakahara,

São Bernardo do Campo, SP

Relacionar o ofício a quem dirige mal tem a ver com as múltiplas funções exercidas pelos barbeiros até o fim do século 19. Nessa época, tanto no Brasil como na Europa, barbeiros eram profissionais que, além de cortar e aparar pelos, faziam pequenos trabalhos médicos e odontológicos por falta de mão de obra especializada. Ou seja, os profissionais da navalha (palavra que também designa maus motoristas em português) também arrancavam dentes e faziam pequenas cirurgias e sangrias (retirada do sangue para eliminação de doenças). Por causa das condições de trabalho precárias e da falta de conhecimento, os barbeiros faziam trabalhos com pouca qualidade e que não agradavam muito os seus pacientes. Tudo isso estimulou o uso, em Portugal, da expressão “barbeiro” para classificar quem fazia coisas malfeitas. Ao vir para o Brasil, a gíria passou a ser usada especificamente para bobagens cometidas no trânsito.

Fontes Livro História Geral da Medicina, de Lycurgo Santos Filho, e site Escola Kids

Imagens Divulgação/Polícia Militar

Continua após a publicidade
Publicidade