Logo ME

Crianças assassinas: a chacina escolar em Arkansas (EUA)

Mitchell Johnson, de 13 anos, e Andrew Golden, de 11, abriram fogo na escola em 1998, matando cinco pessoas e ferindo 12

Quem – Mitchell Johnson
Diagnóstico – Não feito ou não divulgado
Idade – 13 anos

Quem – Andrew Golden
Diagnóstico – Não feito ou não divulgado
Idade – 11 anos
Onde – EUA

1. Mitchell e Andrew foram colegas de escola no condado de Craighead County, Arkansas. Juntos, ficaram conhecidos pelo bullying com colegas e pelo comportamento violento. Mitchell chegou a ameaçar uma ex-namorada de morte e Andrew foi acusado de matar o gato de um colega a tiros

2. Em março de 1998, na noite anterior ao que ficou conhecido como o Massacre de Westside, os meninos abasteceram o carro da mãe de Andrew com sacos de dormir, equipamento de sobrevivência, lanches, nove armas (roubadas da casa do avô de Andrew) e 2 mil cartuchos de munição. Na manhã seguinte, vestidos com roupas camufladas, foram para a escola na van, que também pretendiam usar como carro de fuga

3. Os dois chegaram à escola de ensino secundário Westside, onde estudavam, e executaram seu plano. Enquanto Golden disparava o alarme de incêndio, Mitchell levou as armas para o bosque em frente à escola. Assim que professores e alunos se puseram a correr para fora do prédio, os garotos começaram a atirar. Ao todo 96 pessoas deixaram o local e foram surpreendidas com os tiros

4. A dupla pretendia fugir na van, mas foi capturada pela polícia. Julgados, os dois foram considerados culpados pela morte de quatro alunas e uma professora e também pelos ferimentos em outras dez pessoas. Eles cumpriram pena em uma casa de detenção juvenil até completarem 21 anos (em 2005 e 2007). Isso foi três a mais do que o permitido no estado do Arkansas, devido à pressão pública dos moradores locais

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!