Logo ME

Filmes sobre serial killers reais: o que é fato e o que é ficção?

Seus crimes pareciam coisa de cinema - e realmente viraram filme. Descubra o que era verdade ou mentira nos longas sobre Ed Gein, Aileen Wuornos e outros

(André Toma/Mundo Estranho)

Queridinho da mamãe

Edward Theodore Gein, ou Ed Gein (1906-1984), ficou conhecido por matar (ou exumar) mulheres parecidas com a própria mãe, por quem era obcecado, entre 1952 e 1957, em Winsconsin (EUA). Oficialmente, ele teve apenas duas vítimas, mas há suspeitas de muitas outras. Ele gostava de matar com facadas e estrangulamento.

Seu hobby mórbido aterrorizou o mundo e serviu como base para vários filmes – entre eles, o vencedor do Oscar O Silêncio dos Inocentes  e a obra-prima de Hitchcock Psicose. Confira, a seguir, o que eles acertaram e o que eles inventaram sobre o maníaco.

 

O SILÊNCIO DOS INOCENTES
(Jonathan Demme, EUA, 1991)

 

(Divulgação/Reprodução)

AJUDINHA FATAL
33min21seg Com um gesso falso no braço, o assassino Buffalo Bill (Ted Levine) aborda uma jovem na rua, pedindo ajuda para colocar um sofá em um furgão. É tudo um truque: ele a domina e a joga para dentro do veículo.
Mentira Quem usava a técnica do gesso falso era outro maníaco norte-americano, Ted Bundy.

(Divulgação/Reprodução)

VIDA DE INSETO
45min15seg
O casulo de uma mariposa-da-morte é encontrado na garganta de uma das vítimas.
Mentira A polícia nunca sequer achou os corpos das mulheres mortas por Gein. Isso porque ele os mantinha em casa, usando-os para fazer objetos pessoais macabros, como canecas, cintos, puxadores de cortinas…

QUE NOJO!
48min50seg
 Pedaços de corpos estão espalhados pela casa do psicopata. No porão, há um poço, onde a jovem raptada fica acorrentada.
Verdade A casa de Gein era um caos, com corpos espalhados e um cheiro podre que podia ser sentido a distância. Mas nada de poço: esse detalhe veio de outro serial killer, Gary Heidnik.

METAMORFOSE
1h25min55seg A detetive descobre que Buffalo Bill está costurando peles para fazer uma “roupa” que o transforme em mulher. Ele aparece se vestindo como uma.
Verdade Gein era tímido e efeminado. Só se interessou por mulheres quando a mãe morreu. Tornou-se obcecado por livros de anatomia feminina e queria virar uma mulher.

 

PSICOSE
(Alfred Hitchcock, EUA, 1960)

 

(Divulgação/Reprodução)

O COVIL DO MONSTRO
26min28seg
Uma placa de estrada divulga o Bates Motel. É nesse hotel fuleiro, no Arizona, que Norman Bates (Anthony Perkins) faz suas vítimas.
Mentira Na vida real, Gein era herdeiro de uma fazenda em Plainfield, Wisconsin. Sua mãe comprou a propriedade porque queria afastar a família da “devassidão da cidade grande”.

COISA DO DEMO
31min58seg
A mãe de Norman diz que não quer que o garoto traga “vagabundas” para casa.
Verdade Muito religiosa, a mãe de Gein dizia que as mulheres eram enviadas do demônio para perverter os homens. Quando ela morreu, Gein passou a “falar” como ela, conversando consigo mesmo e fazendo as duas vozes do diálogo.

(Divulgação/Reprodução)

COLECIONADOR DE OSSOS
34min47seg
Uma visitante observa a coleção de pássaros empalhados de Norman.
Mentira Na casa de Gein, a polícia encontrou não uma coleção de aves, mas de cabeças humanas. A maioria havia sido desenterrada de um cemitério. Quando acabaram os corpos que lhe interessavam, ele passou a matar.

(Divulgação/Reprodução)

MARCADO PARA MORRER
47min18seg
Vestido como sua mãe, Norman mata uma jovem loura e bonita.
Mentira Não se tem registros de que Gein matava fantasiado de mulher. O que ele fazia era “vestir” a pele da vítima para imitar a mãe. Até por isso, suas presas eram senhoras mais encorpadas, e não garotas esbeltas.

TRAUMA DE INFÂNCIA
1h42min40seg
Um psiquiatra diz que a psicose de Norman é resultado de sua criação isolada, como se só houvesse ele e a mãe no mundo.
Verdade Psiquiatras realmente atribuíram a esquizofrenia de Gein (com toques de psicopatia sexual, necrofilia, fetichismo e travestismo) à superproteção materna.

 

(André Toma/Mundo Estranho)

O palhaço matador

Conhecido da vizinhança por promover animadas festas e visitar crianças em hospitais vestido de palhaço, John Wayne Gacy (1942-1994) escondia uma obsessão por meninos e adolescentes. Ele atuou em Illinois, nos EUA, entre 1972 e 1978, e matou mais 34 pessoas, a facadas e estrangulamentos.

Seu segredo veio à tona quando a polícia descobriu, no assoalho de seu porão, várias de suas vítimas, assassinadas com requintes de crueldade e sinais de abuso sexual. Assim como Gein, ele também inspirou múltiplos filmes. Abaixo, analisamos a verossimilhança de dois longas-metragens.

 

À PROCURA DE UM ASSASSINO
(Eric Till, EUA, 1992)

 

ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA
32min06seg
Desconfiada após o sumiço de um garoto que tinha uma entrevista de emprego com Gacy (Brian Dennehy), a polícia encontra duas acusações de abuso sexual antigas contra ele.
Verdade A polícia sabia dessas acusações havia anos e não fez nada a respeito. Gacy as negava piamente e era considerado um cidadão exemplar.

(Divulgação/Reprodução)

CASA DOS HORRORES
35min58seg
Policiais entram na casa do maníaco e encontram revistas pornográficas, cuecas infantis, algemas e um enorme instrumento de tortura por estrangulamento, chamado garrote.
Verdade A polícia demorou muito tempo para conseguir um mandado de busca, mas essas apreensões foram primordiais para sua acusação.

(Divulgação/Reprodução)

PIADA FATAL
1h27min14seg
Vestido de palhaço, o assassino em série é mostrado ensinando truques a crianças doentes em um hospital.
Verdade Gacy realmente animava crianças em festas beneficentes e hospitais. Ele mesmo criou sua vestimenta e aprendeu a aplicar a maquiagem. Seu nome artístico era Pogo.

SINAIS DE LOUCURA
2h46min35seg
O advogado de Gacy passa uma noite em claro com ele. Nota indícios de perturbação e avisa a polícia que ele pode fugir.
Verdade Apesar de não ter sido declarado insano, Gacy tinha instantes claros de loucura. No tribunal, chegou a dizer que seu único crime tinha sido manter um cemitério particular sem licença.

 

GACY
(Clive Saunders, EUA, 2003)

 

(Divulgação/Reprodução)

QUE CHEIRO É ESSE?!?!
7min06seg
Uma vizinha reclama que o fedor que vem debaixo da casa de Gacy (Mark Holton) está piorando. Ele diz que é a umidade do porão.
Verdade Todos os vizinhos reclamavam. Uma delas chegou a dizer a Gacy que achava que havia um ninho de ratos mortos no porão. Mal imaginava que era o odor de vários cadáveres.

UM BOM HOMEM
22min16seg
Um candidato político vai a uma festa na casa de Gacy e o elogia aos convidados.
Verdade O maníaco realizava muitas festas bem frequentadas. Chegou a ensaiar uma carreira política ” foi nomeado tesoureiro do Partido Democrata e até posou numa foto com a então primeira-dama dos EUA, Rosalynn Carter.

(Divulgação/Reprodução)

MODUS OPERANDI
43min12seg
Oferece drogas a um garoto na rua e o deixa inconsciente com clorofórmio. Em casa, tortura o menino, abusa dele e depois o solta.
Verdade Outra de suas abordagens era oferecer empregos em sua construtora. Realmente, Gacy chegou a libertar uma de suas vítimas, que se tornou uma testemunha-chave para incriminá-lo.

(Divulgação/Reprodução)

SEM REMORSO
50min36seg
Gacy recebe um rapaz para quem vai vender o carro. Ele o leva para dentro de casa, estrangula-o e o tortura numa banheira com água.
Verdade Muitas vezes, ele fazia voz de palhaço e lia passagens da Bíblia enquanto torturava as vítimas. Muitas delas foram enforcadas ou asfixiadas com a própria cueca.

O TRUQUE DAS ALGEMAS
1h18min02seg
Vestido de palhaço, ele diverte um garoto realizando um truque em que escapa facilmente de algemas. Aí, diz que é a vez do menino ” que, claro, não consegue se soltar.
Verdade Ele usava essa técnica para render algumas de suas vítimas. Mas um de seus funcionários passou pelo truque e conseguiu fugir.

 

 

(André Toma/Mundo Estranho)

Fúria feminina

Aileen Wuornos (1956-2002) é considerada a primeira serial killer feminina dos EUA. Depois de uma infância traumática e uma gravidez precoce, começou a se prostituir e a matar os clientes – geralmente, a tiros. Entre 1989 e 1990, fez sete vítimas, em três estados dos EUA: Michigan, Colorado e Florida.

Seu único laço afetivo foi com sua namorada, Tyria. Apesar de diagnosticada como doente mental, Aileen foi condenada à injeção letal. Sua história virou o filme que rendeu o Oscar de melhor atriz a Charlize Theron.

 

 

MONSTER – DESEJO ASASSINO 
(Patty Jenkis, EUA, 2003)

 

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

PARCERIA SELADA
4min07seg
Aileen (Charlize Theron) conhece Selby num bar homossexual. No início, diz não ser gay, mas acaba cedendo às investidas da garota.
Verdade Aileen conheceu sua parceira, Tyria, num bar lésbico, em 1986. O romance durou só um ano, mas elas continuaram muito próximas (e cúmplices em alguns crimes) por quatro anos.

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

GOTA D’ÁGUA
28min17seg
 Aileen mata sua primeira vítima: um cliente que a havia espancado e a estuprado com uma barra de ferro.
Verdade Em todos os depoimentos, Aileen disse que matou Richard Mallory em legítima defesa. Mais tarde, confirmou-se que ele já tinha cumprido dez anos de prisão por estupro violento.

GRAVIDEZ PRECOCE
40min37seg
 A assassina conta que devia ter uns 13 anos quando deu seu bebê para a adoção.
Verdade Na realidade, ela ficou grávida aos 14 anos. Primeiro, disse que o pai do bebê era seu irmão, Keith. Depois, afirmou que era um desconhecido, que a havia violentado. A criança seguiu mesmo para a adoção.

À QUEIMA-ROUPA
53min27seg
 Um cliente pede para ser chamado de “papai” durante o sexo. Aileen surta, acha que ele é um pedófilo e mata-o a tiros.
Mentira Não se sabe exatamente o que aconteceu. No tribunal, ela insistiu que Mallory foi o único que a estuprou violentamente. “Os outros não. Eles só me provocaram”, afirmou.

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

OVELHA NEGRA
1h10min03seg
 Memórias da infância: a psicopata diz que, após o suicídio do pai, foi maltratada pelos irmãos e pelas irmãs e acabou nas ruas.
Mentira Seus pais se separaram dois anos antes de ela nascer. Ela e seu único irmão foram criados pelos avós maternos. Quando a avó morreu, o avô expulsou ambos de casa.

LEGÍTIMA DEFESA?
1h14min43seg
Ela diz que está matando homens para evitar que eles machuquem outras mulheres. “Não podia ser diferente”.
Verdade Sua declaração no tribunal: “Atirei neles porque era como uma autodefesa. Senti que se não os matasse primeiro eles poderiam ter problemas por tentativa de assassinato”.

TRAUMA DE INFÂNCIA
1h20min08seg
A serial killer revela que, na infância, seu pai não acreditou quando ela contou que um amigo dele a estuprava regularmente.
Mentira Aileen nunca conheceu o pai e não há registros de que tenha sido abusada (exceto quando começou a trabalhar precocemente como garota de programa).

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

O COMEÇO DO FIM
1h21min00seg
Aileen nota uma arma no carro de um cliente. Após tentar fazê-lo confessar que era estuprador, acaba matando-o. Depois, ela descobre que ele era um policial aposentado.
Verdade A investigação da morte de um policial aposentado rendeu as primeiras pistas que colocaram as autoridades no rastro de Aileen.

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

CONFESSANDO POR AMOR
1h40min14seg
Num telefonema para Selby grampeado pela polícia, Aileen tenta protegê-la, dizendo que cometeu todos os crimes sozinha.
Verdade Detetives realmente grampearam ligações do casal. Nelas, Tyria pedia à serial killer que confessasse seus crimes e a poupasse de ser acusada como cúmplice.

 

 


 

Maníaco sem rosto

Meticuloso, frio e inteligente, o serial killer Zodíaco tocou o terror na Califórnia entre 1966 e 1972. Nos registros oficiais, ele fez cinco vítimas, a facadas e tiros, mas é possível que tenham sido mais. Seus crimes quase não deixavam pistas e ele ainda provocava a polícia com cartas em código. No fim, mais de 2,5 mil pessoas passaram pela lista de suspeitos, mas a identidade do matador jamais foi confirmada.

 

ZODÍACO
(David Fincher, EUA, 2007)

 

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

ORGULHO E SANGUE FRIO
4min53seg
O assassino mata um casal que namorava num carro, em 4 de julho de 1969, em Vallejo, na Califórnia. Ele mesmo avisa a polícia e diz ter matado outro casal no ano anterior.
Verdade Os dois pares foram mortos a tiros. Mike Mageau, que fazia parte do segundo casal, conseguiu fugir e colaborou em um retrato falado.

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

CÓDIGO MORTAL
10min12seg
O jornal San Francisco Chronicle recebe a primeira carta do assassino, descrevendo fatos que só ele e a polícia sabem sobre os crimes.
Verdade Na mensagem, havia o pedaço de um código. Zodíaco exigiu que fossem publicados na primeira página e afirmou que, se fosse solucionado, revelaria sua identidade.

COLETOR DE ESCRAVOS
15min44seg
O código (que mistura caracteres gregos, código morse e outros sinais) é decifrado. O serial killer não diz quem é, mas afirma que gosta de matar mais do que transar e que as vítimas serão seus escravos no pós-vida.
Verdade Boa parte de seu perfil psicológico foi traçada pelo FBI com base nessa mensagem.

MATA A COBRA E MOSTRA O PAU
25min28seg
Zodíaco mata um taxista a tiros. Em seguida, uma mulher liga para a polícia e descreve a cena, que acredita ser um assalto.
Verdade Furioso com as suspeitas a respeito da real autoria dos crimes, ele cortou um pedaço da camisa do taxista com sangue para mandar aos jornais e provar que ele mesmo o tinha matado.

CONSULTA AO VIVO
43min16seg
Zodíaco exige à polícia que um importante advogado da região participe de um programa de entrevistas na TV. O matador liga ao vivo, admite que é doente e pede conselhos.
Mentira A visita do advogado ao programa nunca existiu. O assassino o consultou, sim, mas por cartas. O filme mostra isso mais adiante.

DE VOLTA AO PASSADO
1h10min27seg
Um jornalista do Chronicle diz que, segundo peritos, a caligrafia das cartas bate com a do assassino de Cheri Jo Bates, morta em 1966.
Verdade Suspeita-se que o assassino tenha mesmo feito sua primeira vítima muito antes do primeiro casal que ele mencionou. Embora não confirmada, é uma teoria bastante aceita.

(Divulgação/reprodução/Mundo Estranho)

É ELE?
1h20min50seg
Policiais entrevistam aquele que, segundo o filme, seria o principal suspeito: Arthur Leigh Allen. Ele tem um relógio da marca Zodiac. Mas ele é descartado após uma sucessão de testes e interrogatórios.
Mentira Nunca ficou provado que a polícia chegou tão perto assim de um suspeito definitivo.

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

VIROU FILME
1h36min46seg
Um cinema exibe um longa-metragem inspirado no Zodíaco.
Verdade Perseguidor Implacável, com Clint Eastwood, estreou em 1972. Nele, o assassino se chamava Scorpion e mandava uma carta ao prefeito de São Francisco, ameaçando matar uma jovem por dia se não recebesse US$ 100 mil.

(Divulgação/reprodução/Divulgação)

SEM PROVAS
2h32min30seg
Mageau identifica Allen em uma foto mostrada por um novo policial de Vallejo.
Mentira Não se sabe se Mageau chegou a reconhecer Allen, mas o caso foi, sim, retomado por um novo investigador de Vallejo. Allen teve um ataque do coração antes de passar por exames periciais que o condenassem.

 

 


 

Paixão bandida

Instável emocionalmente, mas muito inteligente, João Acácio Pereira da Costa (1942-1998) cometeu mais de 100 crimes em dois anos e sempre se vangloriou deles. Seus assaltos desafiaram a polícia, especialmente porque ele era sedutor e costumava se envolver com as vítimas, que acabavam não o denunciando. Conhecido como Bandido da Luz Vermelha, ele fez pelo menos quatro vítimas fatais em São Paulo até 1967.

 

 

O BANDIDO DA LUZ VERMELHA
(Rogério Sganzerla, Brasil, 1968)

 

(Divulgação/Reprodução)

DA FAVELA PARA O MUNDO
1min13seg
Acácio (Paulo Villaça) descreve sua infância na favela do Tatuapé, em São Paulo, diz que sua mãe tentou abortá-lo e revela que fugiu de lá por não se dar bem com os bandidos.
Mentira Ele nasceu em Joinville (SC) e desde muito cedo furtava bicicletas e carros. Sua mãe não tentou abortá-lo, mas o abandonou com um tio.

(Divulgação/Reprodução)

TÉCNICA INOVADORA
3min16seg
Após invadir uma casa abrindo a janela com um macaco de automóvel, ele é flagrado por uma mulher e a mata a tiros.
Verdade Acácio começou a roubar arrombando residências com um macaco, uma modalidade então nova para as autoridades. Por isso, seu primeiro apelido na polícia foi Homem-Macaco.

FOLHA CORIDA
3min34seg
A polícia o persegue. O rádio informa que, aos 26 anos, ele já havia matado 26 vezes e sido condenado a mais de 167 anos de prisão.
Mentira A perseguição nunca ocorreu. Ele realmente foi preso em torno dos 25 anos. Mas foi julgado por quatro assassinatos e mais de 100 assaltos, sendo condenado a 351 anos de prisão.

HOMENAGEM SINISTRA
11min48seg
Carregando uma lanterna vermelha, invade outra casa, começa a flertar com a moradora e depois a ataca.
Verdade Acácio adotou o codinome Bandido da Luz Vermelha após um roubo parecido com esse ir parar nos jornais e um deles o comparar a um criminoso dos EUA com esse mesmo apelido.

ELES NÃO SÃO EU
23min34seg
O rádio diz que a polícia deteve 15 suspeitos e acha que o bandido é um deles. Ele mesmo liga para as autoridades e revela detalhes de seu último crime para provar que está livre.
Verdade Em junho de 1967, ele matou um empresário só para desmentir a polícia, que dizia ter prendido o Bandido da Luz Vermelha.

 

O ÚLTIMO ROMÂNTICO
36min26seg
 Ao invadir uma casa, o bandido vai diretamente para o quarto de uma moradora, com quem transa antes mesmo de assaltá-la.
Mentira Apesar da fama de galanteador, nenhum dos 88 processos pelos quais o Bandido da Luz Vermelha foi condenado o acusava de crimes de cunho sexual.

(Divulgação/Reprodução)

COF, COF!
37min10seg
 Uma mulher que se diz conhecida do criminoso aparece ao telefone dizendo que ele está indo para os EUA cuidar da tuberculose.
Mentira Ele nunca se tratou nos EUA. Mas um tio declarou que Acácio era mesmo tuberculoso. Seu advogado até usou a doença para alegar que o assaltante não resistiria a muitos anos de prisão.

(Divulgação/Reprodução)

MORRI! #BRINKS
1h27min21seg
A polícia o persegue na favela. No meio da fuga, finge ter sido baleado, cai no chão e ri. Em seguida, levanta-se e continua a correr.
Mentira A cena é uma metáfora irônica sobre algo que ele reforçou durante toda a vida ” sua impunidade. Dizia que “de briga não vou morrer (…) se me matarem, vai ser com bala de ouro”.

(Divulgação/Reprodução)

A TAL “BALA DE OURO”
1h27min38seg
O assaltante enrola fios elétricos na cabeça e pisa em uma chave de energia, morrendo eletrocutado.
Mentira Quando o filme estreou, Acácio estava vivinho da silva, preso havia um ano. Só morreu em 1998, já livre. Foi baleado por um pescador após assediar a mãe, a mulher e as filhas dele.

 

FONTES VEJA, O Estado de S.Paulo e sites IMDB, Horror Films Wiki, House of Horrors, A&E Biography, BBC, CineClick, Mortal e Curioso, O Serial Killer, Medo B, Loucos e Perigosos, O Mundo Mau e O Aprendiz Verde

 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. | você poderia me dizer onde você mantém hospedado o seu site ?
    estou trabalhando com sevenhost mas meu portal vive dando problemas e como o seu me parece
    bem bacana , fiquei interessado em saber mais, para quem sabe mudar minha página para lá.
    Agradeço antecipadamente | visitei seu blog por acaso e
    vi que podemos fazer uma boa parceria . como consigo falar com o
    responsável pelo blog http://houston1795wf.electrico.me/thus-the-more-a-person-smokes-the-less-likely-he-is-to-feel-hungry-and-so-less-likely-is-he-to-eat

    Curtir