Logo ME

Os empregos de 11 músicos antes da fama

Conheça alguns artistas que comeram sua grama em outras profissões antes de estourar no mundo da música.

A gente conheceu esses músicos em cima dos palcos. Mas eles tiveram uma longa jornada antes de chegar lá. Conheça alguns artistas que comeram sua grama em outras profissões antes de estourar no mundo da música.

DEBBIE HARRY (Blondie) – Coelhinha da Playboy

Debbie Harry

Antes de encabeçar a mescla de disco e punk do Blondie, Debbie Harry suou a camisa em Nova York. Um de seus empregos antes da fama foi como babá. Ainda morena, ela também explorou toda sua sensualidade e usou o uniforme de coelhinha para trabalhar como garçonete no clube da Playboy

OZZY OSBOURNE – Capataz de abatedouro

Ozzy Osbourne

Um dos primeiros empregos do príncipe das trevas foi em um abatedouro de gado e porcos. Ficou lá por 18 meses e teve vários trabalhos: limpar estômagos de ovelhas, matar vacas, eletrocutar porcos para o abate e retirar a gordura das barrigas dos animais para secar, entre outras fofuras

– Quais foram as maiores loucuras dos astros do rock?

COREY TAYLOR (Slipknot) – Atendente de sex shop

Corey Taylor

Em 2011, Taylor contou em entrevista ao The Guardian que as canções do primeiro álbum da banda foram escritas no banheiro de uma sex shop, onde trabalhava das 9h às 20h. Ele carregava um caderninho e uma caneta toda vez que ia ao sanitário, onde, por alguma razão, sempre tinha inspiração

BRANDON FLOWERS (The Killers) – Carregador de malas

Brandon Flowers

Flowers cresceu no estado norte-americano de Utah, mas, na adolescência, voltou à cidade natal, Las Vegas. O vocalista arranjou emprego como carregador de malas nos hotéis Gold Coast e Caesar’s Palace, na famosa região dos cassinos

MARCELO D2 (Planet Hemp) – Porteiro

Marcelo D2

Antes de se juntar à banda, o cantor vivia de vários “bicos” e chegou a trabalhar como porteiro. Entre suas antigas profissões estão também pedreiro, pintor, faxineiro, entregador de pizza e camelô

– As lendas urbanas mais bizarras do rock

BRIAN MAY (Queen) – Professor de matemática

Brian May

Freddie Mercury era formado em design gráfico, e Roger Taylor em odontologia, mas foi Brian May quem foi mais longe. Ele graduou-se em Astrofísica e, em 1971, foi professor de matemática em uma escola de ensino médio. Na sequência, ele iniciou o doutorado em astronomia, mas, para a sorte dos fãs, acabou escolhendo a música

MARK FOSTER (Foster The People) – Entregador de pizza

Mark Foster

Aos 18 anos, Mark se mudou para Los Angeles em busca do sonho de virar músico. Para sobreviver, teve empregos bem humildes, como entregador de pizza e atendente de telemarketing. Foi só mais tarde que conseguiu trabalho criando músicas para comerciais

GWEN STEFANI (No Doubt) – Faxineira

Gwen Stefani

Na época de colégio, Gwen foi faxineira da rede de fast-food Dairy Queen. Foi trabalhando lá que seu irmão Eric Stefani conheceu os músicos que, um dia, formariam a banda batizada de No Doubt. A cantora ainda trabalhou como vendedora no departamento de maquiagens da loja The Broadway, em Los Angeles

CYNDI LAUPER – Aplicadora de piercing

Cyndi Lauper

Ela foi office girl, empregada, babá e chegou a realizar apresentações em um restaurante japonês. Outro dos seus empregos foi furar orelhas. Mas a carreira não foi longe: Lauper atendeu só um cliente e não conseguiu finalizar o serviço. Segundo a cantora, ela não tinha estômago para o trabalho

GENE SIMMONS (Kiss) – Assistente de revista de moda

Gene Simmons

Se o universo da revista Vogue é como mostrado em O Diabo Veste Prada, ninguém melhor que o endiabrado Gene Simmons para o serviço. Após conseguir diploma em educação, ele trabalhou como assistente da então editora-chefe Kate Lloyd na revista de moda e comportamento no começo dos anos 1970

SAMUEL ROSA (Skank) – Jogador de futebol

Samuel Rosa

Cruzeirense, Rosa foi jogar no Atlético Mineiro aos 14 anos, mas foi dispensado. Acabou desistindo do esporte e se formou psicólogo pela Universidade Federal de Minas Gerais

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!