Logo ME

Qual a origem das expressões populares brasileiras?

Se você acha que termos corriqueiros como "pagar o pato" e "puxar o saco" são coisas da atualidade, está muito enganado

ILUSTRAS Guilherme D’Arezzo

Se você acha que termos corriqueiros como “pagar o pato” e “puxar o saco” são coisas da atualidade, está muito enganado: a maioria desses dizeres tem pelo menos um século de idade, com vários datando do Brasil colonial e até da Idade Média. Sem blá-blá-blá e sem trocar as bolas, saiba de onde vêm as coisas que você fala todo dia.

  • PAGAR O PATO

SIGNIFICA – Sofrer consequências de algo, ser enganado

Num conto do italiano Giovanni Bracciolini (1380-1459), um camponês vende um pato a uma mulher em troca de sexo. O rapaz, insaciável, quer mais, mas ela se nega. Aí chega seu marido, perguntando qual o motivo da discussão. Para escapar, o camponês diz que faltam 2 vinténs para completar o pagamento. Preocupado com o jantar, o corno literalmente paga o pato

  • BICHO DE SETE CABEÇAS

SIGNIFICA – Problema sério

Vem da história mitológica dos 12 trabalhos de Hércules. Um deles era matar a hidra, uma serpente de sete cabeças que ficava em Lerna, um pântano da Grécia. Além de o bicho ser assustador por si só, cada vez que uma cabeça dele era cortada, duas apareciam no mesmo lugar

  • FAZER UMA VAQUINHA

SIGNIFICA – Unir-se para arrecadar dinheiro

Na década de 20, a torcida do time carioca Vasco da Gama bolou um novo jeito de incentivar os jogadores: caso o time vencesse, os atletas levavam 10 mil réis ou “um coelho” (animal correspondente no jogo do bicho), coletados entre os torcedores. No caso de vitória importante, o prêmio era 25 mil, uma “vaca”

  • TIRAR O CAVALO DA CHUVA

SIGNIFICA – Ordem para desistir de fazer algo

Vem dos tempos em que o cavalo era o principal meio de transporte. Se não tivesse a intenção de demorar, o visitante deixava o animal desprotegido na frente da casa. Porém, às vezes, o anfitrião o convidava para ficar mais, falando para o amigo abrigar melhor o bicho com a frase “Pode tirar o cavalo da chuva”. Ou seja: “Desista dessa ideia de ir embora”

  • BODE EXPIATÓRIO

SIGNIFICA– Quem leva a culpa pelo que não fez

Vem de um ritual da tradição judaica, o Yom Kipur (Dia da Expiação). Durante ele, acreditava-se que uma boa forma de se livrar dos pecados consistia em depositá-los simbolicamente em um bode, que depois era abandonado à própria sorte para morrer no deserto. Assim, todos estariam livres

Curiosidade:Outra versão conta que eram usados dois bodes: o primeiro era sacrificado e o outro atirado de um precipício

  • TEMPO DE VACAS GORDAS/MAGRAS

SIGNIFICA – Período de prosperidade/crise

Tem origem na Bíblia, na história de José, filho de Jacó. Levado ao Egito por mercadores de escravos, ele interpretou um sonho do faraó em que sete vacas gordas eram devoradas por sete vacas magras. Na sua interpretação, isso significaria sete anos de prosperidade seguidos por sete anos de problemas na economia

  • A COBRA VAI FUMAR

SIGNIFICA – Algo importante vai acontecer

A Força Expedicionária Brasileira (FEB), que lutou na 2ª Guerra Mundial na Europa, tinha um símbolo inusitado: uma cobra verde fumando um cachimbo. O desenho foi uma resposta à provocação de um jornalista do Rio de Janeiro, que disse que era mais fácil uma cobra fumar que o Brasil entrar na guerra

  • ESPÍRITO DE PORCO

SIGNIFICA – Alguém malicioso ou que só atrapalha

Essa expressão está ligada à fama de que porcos são impuros e demoníacos, que vem desde os livros do Antigo Testamento. Além disso, em uma história do Evangelho de São Marcos, no Novo Testamento, Jesus permitiu que espíritos ruins que haviam possuído um grupo de humanos fossem transferidos para uma vara de porcos

Expressões-2

  • SEGURAR VELA

SIGNIFICA – Acompanhar sozinho um casal

Na Idade Média, existiam empregados cuja função era segurar uma vela para que os trabalhadores mais experientes pudessem fazer suas atividades em ambientes escuros. Há quem diga que isso se aplicava até na hora do sexo dos patrões, quando o empregado era obrigado a ficar de costas para não ver o que estava acontecendo

  • A SETE CHAVES

SIGNIFICA – Bem guardado

Vem das arcas de madeira destinadas a guardar documentos importantes e riquezas, muito usadas a partir do século 13. Elas tinham, na verdade, quatro chaves, e cada uma ficava com um funcionário de confiança ou, às vezes, com o próprio rei – só quando todos estavam juntos, podiam ser abertas. Com o tempo, o número virou sete pela conotação mística desse algarismo

  • LANTERNA

SIGNIFICA – Último colocado

Surgiu em uma edição da Volta da França. Os ciclistas passaram a chamar o último colocado da corrida de “lanterne rouge” (lanterna vermelha), em referência às luzes que brilham no vagão final de um trem (uma forma de indicar que ele é o último mesmo e que nenhum se desprendeu). No Brasil, a expressão foi encurtada

  • TROCAR AS BOLAS

SIGNIFICA – Confundir-se

Vem do bilhar: se refere a quando um jogador bate com o taco em uma bola que não deveria, prejudicando assim seu desempenho no jogo

  • MEIA-TIGELA

SIGNIFICA – Insignificante ou insuficiente para uma tarefa

Na monarquia portuguesa, os empregados ganhavam a alimentação do dia de acordo com o serviço que prestavam. Quem era importante levava a tigela inteira de comida. Caso contrário, a pessoa tinha que se contentar só com meia-tigela

  • PUXA-SACO

SIGNIFICA – Bajulador

Vem do meio militar. Foi criada como um apelido aos oficiais que, durante as viagens, carregavam os sacos de roupa de seus superiores. No decorrer dos anos, o termo saiu da caserna e passou a indicar também um indivíduo que faz de tudo para agradar alguém em quem tenha algum tipo de interesse

  • VÁ PLANTAR BATATAS!

SIGNIFICA – “Não quero saber de você”

Na segunda metade do século 19, com a Revolução Industrial, os portugueses que trabalhavam em fábricas tinham muito mais prestígio. Já as atividades rurais eram consideradas coisas de gente desqualificada. Então, mandar alguém “plantar batatas” era uma forma disfarçada de ofender

  • SANTO DO PAU OCO

SIGNIFICA – Pessoa falsa

No Brasil dos séculos 18 e 19, para enganar a Coroa Portuguesa, sedenta por impostos, contrabandeavam-se riquezas dentro de imagens sacras de madeira. Para isso, era preciso tirar o material interno das estátuas, que ficavam ocas

  • PÃO-DURO

SIGNIFICA – Sovina

Vem de uma peça teatral de Amaral Gurgel, baseada em um mendigo que supostamente viveu no Rio de Janeiro no início do século 20. Ele sempre abordava as pessoas pedindo qualquer coisa, nem que fosse “um pedaço de pão duro”. Até aí, nada demais. Só que, quando ele morreu, descobriu-se que o homem acumulava um respeitável patrimônio, com contas em bancos e até imóveis

  • ONDE JUDAS PERDEU AS BOTAS

SIGNIFICA – Lugar longe

Há duas versões: numa, Judas é o Judeu Errante, um sapateiro de Jerusalém que largou o trabalho para empurrar Jesus Cristo enquanto ele carregava a cruz. Pelo pecado, foi condenado a vagar pelo mundo. Na segunda versão, Judas é o apóstolo. Arrependido de sua traição, ele teria se suicidado. Pinturas sobre essa história mostram as botas para indicar que seu castigo é vagar para sempre

  • QUINTOS DOS INFERNOS

SIGNIFICA – Lugar ruim, longe

O quinto era um imposto português da época do Brasil colonial que correspondia a 20% do ouro extraído. Quando os navios da Coroa chegavam à terrinha levando o minério extraído por aqui, os portugueses diziam: “Lá vem a nau dos quintos dos infernos”. É isso mesmo, “os infernos” eram o Brasil!

  • AO DEUS DARÁ!

SIGNIFICA – Entregue à própria sorte

Teria origem no comerciante Manuel Álvares, que ajudava no abastecimento de soldados em Recife no século 17. Quando não tinha o necessário, ele dizia “Deus dará”. A expressão virou seu apelido e depois se popularizou. Outra versão diz que a frase era usada por pessoas abordadas por mendigos

  • PÉ-RAPADO

SIGNIFICA – Pobre

Essa vem de uma noção um tanto preconceituosa: quem é pobre sequer tem um sapato, então precisa tirar o grosso da sujeira raspando o pé com uma faca

  • CASA DA MÃE JOANA

SIGNIFICA – Lugar bagunçado onde se faz o que quer

Surgiu no século 14, quando a rainha de Nápoles, Joana I, precisou se refugiar em Avignon (França) para fugir de uma invasão. No exílio, ela resolveu regulamentar os bordéis da cidade. A medida fez com que tais lugares ficassem conhecidos como “paço da mãe Joana” – “mãe” tem o sentido de “dona da cidade”. No Brasil, “paço” foi substituído por “casa”

  • BOTAR A MÃO NO FOGO

SIGNIFICA – Confiar totalmente

Na Idade Média, uma das formas de testar a inocência de um acusado era fazê-lo segurar uma barra de ferro em brasa ou algo do gênero. Se não acontecesse nada, ele estaria livre

  • BLÁ-BLÁ-BLÁ

SIGNIFICA – Conversa desinteressante

Na língua francesa, “blablabla” é uma onomatopeia (palavra que tenta imitar um som) influenciada pelo verbo “blaguer”, que significa dizer coisas ridículas. O verbo veio de “blague”, ou seja, farsa

Expressões-3

  • PARA INGLÊS VER

SIGNIFICA– Fingir que fez algo ou fazer mal feitoPor interesses econômicos, a Inglaterra tentou abolir a escravidão no mundo na primeira metade do século 19. O Brasil estava entre os alvos, mas os escravos eram uma das bases da nossa economia. Para enganar a potência, o Império colocava navios no litoral com a suposta missão de ir atrás das naus negreiras, mas, na prática, nada acontecia a elas. Era uma encenação “para inglês ver”

  • SEM EIRA NEM BEIRA

SIGNIFICA – Estar sem dinheiro

Eiras eram lugares nas proximidades das antigas aldeias portuguesas onde se estendiam, ao ar livre, os legumes e os cereais que estavam sendo preparados para consumo. Como alimento sempre foi privilégio de pessoas com mais posses, os pobres se caracterizaram por não terem nem a beira de uma eira para preparar sua comida

  • MARMELADA

SIGNIFICA – Armação

Uma forma de fazer o doce do marmelo render mais é misturar o insípido chuchu a ele. Assim, parece que o doce é maior, com a vantagem de ninguém perceber o gosto do vegetal ali. Como isso não deixa de ser uma forma de enganar o cliente, “marmelada” virou expressão que indica algo fajuto

  • LAVAR AS MÃOS

SIGNIFICA – Isentar-se de uma responsabilidade

Outra história da Bíblia. Na Páscoa judaica, era tradição um preso ser libertado. O magistrado Pôncio Pilatos deixou a decisão de solttar Jesus ou o ladrão Barrabás para a multidão que acompanhava o julgamento. Como se sabe, Jesus acabou crucificado. Pôncio então abdicou da responsabilidade enxaguando as mãos e dizendo: “Estou inocente desse sangue. Lavo as minhas mãos”

  • BATISMO DE FOGO

SIGNIFICA – Primeira vez em uma situação difícil

Nos tempos da Inquisição, quem não era batizado da maneira tradicional corria risco de ser condenado à fogueira mesmo sem fazer nada – os fanáticos acreditavam que, assim, tais pecadores conseguiriam a purificação. No século 19, Napoleão III, sobrinho de Napoleão Bonaparte, não pegou o espírito da coisa e passou a usar a expressão com seus soldados novatos que iam pra guerra

FONTES Livros A Casa da Mãe Joana e A Casa da Mãe Joana 2, de Reinaldo Pimenta, O Guia dos Curiosos – Língua Portuguesa, de Marcelo Duarte, e O Bode Expiatório, de Ari Riboldi, sites Terra e GUIA DO ESTUDANTE

+ Qual a origem da expressão “pagar mico”?

+ De onde vem a expressão banho-maria?