Logo ME

Quais foram as dez maiores tragédias em estádios de futebol?

Violência das torcidas, da polícia, falta de estrutura... Muita coisa pode deflagrar uma tragédia de estádio

(Divulgação/Reprodução/Divulgação)

1. PERU X ARGENTINA

Local – Lima (Peru)

Competição – Torneio Pré-Olímpico

Vítimas – 318 mortos e mais de 500 feridos

Ano – 1964

A Argentina ganhava por 1 a 0 quando o juizão resolveu anular um gol do Peru, o que despertou a ira dos 54 mil torcedores que superlotavam o Estádio Nacional de Lima. Pedras e garrafas voavam no campo enquanto torcedores invadiam o gramado. A polícia interveio e milhares de torcedores correram para as saídas do estádio. Com os portões trancados, centenas de pessoas foram esmagadas

2. HEARTS OF OAK x KUMASI ASHANTI KOTOKO

Local – Accra (Gana)

Competição – Campeonato Ganês

Vítimas – 126 mortos e 90 feridos

Ano – 2001

O pau comeu entre os torcedores dos times de maior rivalidade no futebol ganês. A polícia tentou conter a briga com bombas de gás lacrimogêneo e os torcedores que tentaram escapar da confusão encontraram todas as saídas de emergência trancadas. Briga + saídas bloqueadas = tragédia.

3. NOTTINGHAM FOREST x LIVERPOOL

Local – Sheffield (Inglaterra)

Competição – Copa da Inglaterra

Vítimas – 96 mortos e mais de 200 feridos

Ano – 1989

O jogo valia pela semifinal e o estádio de Hillsborough estava superlotado. Cerca de 5 mil torcedores sem ingresso forçaram a entrada no estádio até que a polícia abriu os portões. A “manada” avançou, esmagando quem já ocupava as arquibancadas. A tragédia só não foi maior porque alguns torcedores conseguiram pular para dentro do campo

4. MUKTIJODHA x JANAKPUR

Local – Katmandu (Nepal)

Competição – Amistoso

Vítimas – 93 mortos e mais de 100 feridos

Ano – 1988

Jogo de futebol no Nepal entre um time local e outro de Bangladesh só podia mesmo terminar em show de horrores. Mas desta vez o horror não ficou só dentro de campo. Tudo ia bem até começar uma chuva de granizo. A multidão correu para se proteger e dezenas de pessoas foram pisoteadas e esmagadas contra os portões

5. GUATEMALA x COSTA RICA

Local – Cidade da Guatemala (Guatemala)

Competição – Eliminatórias da Copa do Mundo

Vítimas – 84 mortos e mais de 150 feridos

Ano – 1996

Cerca de 60 mil ingressos foram vendidos, embora o Estádio Mateo Flores não suportasse mais de 45 mil espectadores. Antes de a bola rolar, uma avalanche de gente acabou espremida no alambrado. O presidente do país, presente no estádio, suspendeu a partida na hora e a Fifa interditou o estádio por dois anos

6. RIVER PLATE x BOCA JUNIORS

Local – Buenos Aires (Argentina)

Competição – Campeonato Argentino

Vítimas – 74 mortos e mais de 150 feridos

Ano – 1968

O clássico mais tradicional da Argentina nunca é muito tranquilo. Mas, dessa vez, a torcida exagerou, armando um incêndio a partir de uma pilha de papéis picados. O fogo assustou os torcedores, que correram em direção às saídas do estádio. No corre-corre, muita gente caiu, foi pisoteada ou esmagada contra os portões

7. SPARTAK MOSCOU x HAARLEM

Local – Moscou (Rússia)

Competição – Copa da Uefa

Vítimas – 66 mortos (mas 340 extra-oficialmente) e 100 feridos

Ano – 1982

O Spartak precisava de três gols de vantagem, mas vencia por 1 a 0. A torcida já ia embora quando saiu o segundo gol. Muita gente voltou para ver o fim do jogo, gerando tumulto e dezenas de torcedores espremidos

8. CELTIC x RANGERS

Local – Glasgow (Escócia)

Competição – Campeonato Escocês

Vítimas – 66 mortos e 100 feridos

Ano – 1971

O Celtic abriu o placar faltando um minuto para o final. Mas, já nos acréscimos, o Rangers surpreendentemente empatou. A festa foi tão intensa que uma escadaria cedeu, fazendo uma pilha de torcedores

9. BRADFORD x LINCOLN

Local – Bradford (Inglaterra)

Competição – Campeonato Inglês (3ª divisão)

Vítimas – 56 mortos e 200 feridos

Ano – 1985

A torcida do Bradford festejava o título – conquistado na rodada anterior – quando um incêndio tomou conta das arquibancadas de madeira. Os torcedores tentaram escapar pelos portões do estádio, mas muitos nem chegaram lá

10. ZAMALEK x DUKLA PRAGA

Local – Cairo (Egito)

Competição – Amistoso

Vítimas – 49 mortos e 50 feridos

Ano – 1974

O jogo não valia nada, mas a torcida compareceu em massa: o estádio, que tinha capacidade para 40 mil pessoas, teve que suportar 80 mil! A estrutura não resistiu e parte das arquibancadas desabou

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!