Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

É possível ir de carro do Brasil até os EUA?

Até dá. Mas é aquela história: "Nobody said it was easy..."

Por Lucas Baranyi Atualizado em 27 Maio 2022, 15h33 - Publicado em 29 jun 2016, 16h10

Sim. Mas, para isso, tem que ter disposição. É que, na selva colombiana, você correrá o risco de ter encontros nada agradáveis com traficantes, acabar em trechos sem sinalização na Amazônia ou ser sequestrado por guerrilheiros.

Para evitar esses pequenos percalços, é melhor “roubar” um pouquinho: despache o carro na paradisíaca Cartagena rumo ao Panamá. Enquanto isso, você embarca em um avião para a Cidade do Panamá, curte uma praia e pega o carro de volta em Colón.

Mais tarde, nova zona de atenção. No México, é melhor seguir pelo oeste, evitando as áreas mais conflituosas do narcotráfico. Fora isso, a viagem, na verdade, é mais fácil do que se imagina. Basta ter 17 dias livres e cerca de R$ 14 mil, além de uma provisão extra para eventos inesperados. Você conhecerá cenários lindos em nove países, além do Brasil.

Empolgou? Entenda agora os detalhes dessa aventura. Clique no infográfico abaixo para ampliá-lo:

Infográfico ilustrado com a rota Brasil-EUA. A partida acontece em São Paulo. No dia 5, já está em Boa Vista (RR). No décmo, Colón no Panamá. A jornada termina em San Diego, cidade dos EUA que faz fronteira com o México, no dia 17.
Ilustração: Victor Beuren
Compartilhe essa matéria via:

Lição de casa

O que fazer antes de sair dirigindo

pequenos ícones ilustrados sobre os itens de preparação para a viagem

1 – O mais chato é o visto para os EUA (e o passaporte, claro). Pelo menos quatro meses antes da viagem, vá atrás disso (os outros países não exigem visto).

2 – Você precisa estar vacinado contra febre amarela e ter o Certificado Internacional de Vacinação para entrar na Colômbia e na Costa Rica, que exigem o documento (veja mais neste site).

Continua após a publicidade

3 – Consulte o Detran do seu estado e adquira a Permissão Internacional para Dirigir (PID). A habilitação não pode estar suspensa nem cassada.

4 – Se o carro da viagem não estiver quitado, será necessária uma autorização da financiadora (carimbada por todos os consulados dos países da rota). Ou seja,é melhor ir com um carro já pago.

5 – Informe-se em companhias de seguro sobre a carta verde, seguro exigido para entrar de carro na Venezuela.

6 – Se você for em grupo, dirija 12 horas por dia, revezando a cada quatro horas. Se for sozinho, faça paradas com a mesma periodicidade. Evite guiar à noite.

Custos

(Atenção: os cálculos foram feitos com valores de 2016 e podem estar desatualizados)

Combustível

Tabela com a distância percorrida, a quantidade de paradas para abastecer e o custo do abastecimento em cada um dos 10 países percorridos. O total gasto com combustível nesse conta foi de R$ 3.293, com 13 paradas.

Custo total estimado

Tabela com o custo total estimado, considerando hotel, alimentação, pedágio, combustível e a balsa para o carro + passagem de avião entre Panamá e Colômbia. O total foi de R$ 14.295,80

CONSULTORIA Karina Miyagi, infectologista com atuação no ambulatório dos viajantes do Hospital das Clínicas (São Paulo), Fernando Leite, jornalista especializado em viagem, André Rezende, um dos pilotos da expedição 4×1, que viajou 70 mil km em dez meses pela América

FONTES Anvisa, Ministério da Saúde, Global Petrol Prices, VIAGEM E TURISMO, Detran-SP, Mercosul

Continua após a publicidade

Publicidade
Mundo Estranho
É possível ir de carro do Brasil até os EUA?
Até dá. Mas é aquela história: "Nobody said it was easy..."

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade