Logo ME

As maiores burradas militares da história

As maiores burradas militares da história

burradas2

ilustra Rômolo

edição Felipe van Deursen

Acredite: mesmo os maiores líderes militares, cientistas e artistas do mundo já cometeram presepadas vergonhosas. Conheça 46 casos inacreditáveis de pisadas na bola

LEIA TAMBÉM

– Burradas de líderes políticos

– Burradas militares

– Burradas da geografia e da engenharia

– Burradas nas artes e na ciência

– Burradas da saúde

– Burradas que deram certo

INTELIGÊNCIA MILITAR? SEI…

Grandes estrategistas que cometeram cretinices vergonhosas

O mico faraônico

Em 1273 a.C., Ramsés 2o estava decidido a eliminar os hititas, povo que habitava a atual Síria. Acontece que os inimigos, liderados pelo general Muwatalli 2o, driblaram os egípcios várias vezes e evitaram a batalha aberta. Com isso, muitos soldados egípcios morreram perdidos, de fome. Ramsés conseguiu a proeza de perder um terço de seus homens mesmo sem lutar. Faraós eram considerados deuses, mas também podiam errar feio

Liga o Waze

Em 1914, Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austro-húngaro, que ocupava a Bósnia, visitou a capital, Sarajevo. Havia muitos nacionalistas raivosos, mas ele desfilou em carro aberto e confiou em um motorista que não conhecia a área. O carro errou o caminho e deu de cara com um dos rebeldes que queriam matar Francisco. Essa sucessão de bobagens estourou outra, muito maior: a 1ª Guerra Mundial

Mancada de Stalin

Em 1941, o mundo todo sabia que a Alemanha iria invadir a União Soviética. A movimentação de tropas nazistas não era mistério. Só Stalin não acreditou, o que permitiu uma longa incursão alemã, que matou 4 milhões de soviéticos. Mesmo assim, Stalin acabaria virando o jogo e vencendo Hitler, que cometeu a mesma atitude imprudente de Napoleão em 1812: tentar invadir o gigante gelado

Sem saída

Um dos grandes líderes militares de Atenas, Péricles enfrentou os espartanos na Guerra do Peloponeso, em 429 a.C. Em uma batalha, mandou as tropas recuarem para dentro da cidade, onde estariam protegidas pelos muros. O que os espartanos fizeram? Cercaram Atenas e a isolaram. Por volta de 100 mil pessoas (um terço da população) morreram de fome ou doença, incluindo Péricles, que foi ridicularizado por Esparta

Perdeu (n)o bonde

O agente alemão Heinrich Albert viajava pelos EUA quando dormiu no bonde, literalmente. Acordou afobado perto do ponto e saiu correndo, deixando documentos comprometedores ao alcance de Frank Burke, espião que o seguia. Burke descobriu que os alemães controlavam os movimentos dos diplomatas norte-americanos. A soneca foi outro motivo que levou os EUA, furiosos, a entrarem na 1ª Guerra contra a Alemanha

Erro eterno

O general romano Marco Crasso fez fama ao derrotar Espártaco. Mas ele queria mais: em 53 a.C., se jogou em uma guerra besta contra o Império Parto, no atual Irã. Lançou 50 mil soldados por um vale estreito, uma armadilha óbvia, mas seguiu adiante. Sua decisão causou a morte de 30 mil homens e foi eternizada na expressão “erro crasso”

Pontualidade britânica

Na 1ª Guerra, Winston Churchill, líder da Marinha inglesa, foi derrotado em um ataque à Turquia devido a um erro crasso (rá!): os aliados não sincronizaram os relógios! Churchill caiu em desgraça. Mas, em 1938, o premiê Neville Chamberlain deixou Hitler invadir a Tchecoslováquia. A 2ª Guerra estourou, Churchill virou primeiro-ministro e levou os ingleses à vitória. O jogo virou, não é mesmo?

Sejam bem-vindos!

Em 1453, os turcos tentaram mais uma vez conquistar Constantinopla dos bizantinos. Possivelmente não conseguiriam, de novo. Mas algum mané deixou um dos portões das muralhas da cidade aberto. Os turcos perceberam a oportunidade, espalharam a notícia, conquistaram Constantinopla e, bem, mudaram a história. Uma porta aberta marcou a passagem da Idade Média para a Idade Moderna…

Vaquinha pro arsenal

No século 19, os ingleses, que controlavam a Índia, trocaram os rifles dos soldados locais por um modelo que precisava ser lubrificado com gordura de porco ou de vaca. Captou a cretinice? Justo a Índia, habitada por hindus (para quem vacas são sagradas) e muçulmanos (para quem porcos são imundos e devem ser evitados). Os soldados se recusaram a tocar nas armas e iniciaram uma rebelião, que logo se espalhou e culminou na Revolta Indiana, em 1857

Que horas são aí?

Os EUA bancaram uma invasão a Cuba para derrubar Fidel Castro, em 1961. Os aviões saíram da Nicarágua para apoiar a missão em terra, mas chegaram antes da hora, estragando a operação. Ninguém lembrou que havia uma hora de diferença de fuso da Nicarágua para Cuba! O presidente Kennedy não aprendeu com Churchill. O vacilo criou o clima para a construção do Muro de Berlim – outra estupidez tremenda…

UMA ÚLTIMA CURIOSIDADE

– Em 1925, Grécia e Bulgária entraram em guerra quando o cão de um soldado grego cruzou a fronteira!