Logo ME

Os 10 maiores inventores e cientistas negros da história

Em campos diversos como o da saúde, o da engenharia, o da química e até o de videogames, essas personalidades ajudaram a criar o mundo como o conhecemos

O critério para esta lista foi o impacto da contribuição científica. Com isso, houve predominância de norte-americanos, justificada pela forte estrutura educacional dos EUA. Além disso, obviamente, a lista de negros que contribuíram para a ciência é bem maior do que cabe aqui. Entenda esta matéria como uma introdução ao assunto.

1. Otis Boykin (1920-1982)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – EUA (Texas)
Profissão – engenheiro eletrônico e inventor
Em 1961, Boykin patenteou um resistor elétrico capaz de suportar grandes mudanças de temperatura e pressão. Inovadora, a peça chegou a ser usada pelo Exército norte-americano. Mas, além disso, Boykin foi responsável – e muito reconhecido – por aprimorar o marca-passo, adicionando um controle eletrônico ao mecanismo. Essa melhoria no aparelho salva vidas até hoje

2. Charles Drew (1904-1950)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – EUA (Washington D.C.)
Profissão – médico
Morto há 67 anos, Charles Drew ainda salva milhares de vidas diariamente. Suas pesquisas na área de preservação e transfusão sanguínea o ajudaram a desenvolver, na década de 1940, bancos de sangue em larga escala. Graças a isso, ele foi nomeado o primeiro diretor do banco de sangue da organização humanitária Cruz Vermelha

3. Gerald Lawson (1940-2011)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – EUA (Nova York)
Profissão – engenheiro eletrônico e inventor
Mudou o mercado de jogos eletrônicos quando se tornou engenheiro-chefe da divisão de videogames da Fairchild (empresa de tecnologia). Lá, em 1976, desenvolveu o Channel F, primeiro console programável da história. Além de permitir o uso de cartuchos (algo inédito até então), o aparelho também estreou um mecanismo fundamental para os gamers: o pause

4. Percy Lavon Julian (1899-1975)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – EUA (Alabama)
Profissão – químico
Trabalhando na síntese de medicamentos com base vegetal, foi importante para o tratamento de doenças nervosas degenerativas. Por exemplo, ao sintetizar a fisostigmina para o tratamento do glaucoma, em 1935, chegou a avanços positivos contra o mal de Alzheimer. Além disso, desenvolveu remédios para doenças como câncer, anemia, asma e alergias

5. Elbert R. Robinson

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – EUA (estado desconhecido)
Profissão – inventor
Pouco citado na história, Robinson foi o responsável por patentear o bonde elétrico nos EUA em 1893 – embora não tenha sido o criador original do invento. Porém, ele revolucionou o transporte sobre trilhos ao projetar um novo tipo de roda, que produz menos atritos e é muito mais segura e durável. Amplamente eficaz, ainda hoje ela é usada em locomoções do gênero

6. Phillip Emeagwali (1954-)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – Nigéria (Akure)
Profissão – matemático e cientista da computação
Gênio e já eleito um dos maiores africanos de todos os tempos, Emeagwali conectou, por meio da internet, 65 mil computadores em 1998. O trabalho em conjunto dos dispositivos originou uma “supermáquina” capaz de realizar bilhões de cálculos por segundo. Tamanho poder de processamento foi usado para otimizar a exploração petrolífera dos EUA

7. Patricia Bath (1942-)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – EUA (Nova York)
Profissão – oftalmologista e inventora
Na década de 1980, Bath fez história na oftalmologia ao inventar um revolucionário equipamento para o tratamento a laser da catarata. Intitulado Laserphaco, o dispositivo tornou o procedimento médico menos doloroso e mais preciso. Como resultado, até mesmo pessoas que não enxergavam havia anos devido à doença puderam ser tratadas e curadas

8. Katherine G. Johnson (1918-)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

 

País – EUA (Virgínia Ocidental)
Profissão – cientista espacial, física e matemática
Com relevantes contribuições para a exploração espacial norte-americana, Johnson calculou as trajetórias, janelas de lançamento e retornos de emergência de importantes missões da Nasa, como o voo da Apollo 11 à Lua, em 1969. Peça-chave nas operações da agência, a cientista teve o início de seu legado retratado no filme Estrelas Além do Tempo, lançado em 2016

9. George Washington Carver (1860-1943)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – EUA (Missouri)
Profissão – botânico e bioquímico
Referência na agricultura dos EUA, Carver criou culturas alternativas de plantio no sul do país pós-Guerra Civil (como amendoim, soja e batata-doce), sempre visando a conservação do solo. A iniciativa ajudou os agricultores mais pobres (principalmente, ex-escravos) e encerrou a dependência destes com o plantio de algodão, que já prejudicava suas terras há anos

10. Mark Dean (1957-)

 (Manga Mecânica/Mundo Estranho)

País – EUA (Tennessee)
Profissão – engenheiro da computação e inventor
Trabalhando na IBM, Dean criou o Industry Standard Architecture (ISA), que permitiu a conexão entre computadores e periféricos (como a impressora). Ele também fez parte da equipe de engenheiros e projetistas que criou, em 1981, o primeiro computador pessoal da empresa (o IBM PC), tendo três das nove patentes originais da máquina

MAIS 10

Porque um top 10 não deu conta de todo mundo que precisávamos mencionar

Benjamin Banneker (EUA) – Agrônomo e astrônomo, foi referência na publicação de almanaques para o trabalho agrícola
Ernest Just (EUA) – Biólogo, reconheceu o papel fundamental da superfície celular no desenvolvimento dos organismos
Marie Maynard Daly (EUA) – Primeira afro-americana a ter PhD em Química. Contribuiu em estudos sobre os efeitos da hipertensão, da arteriosclerose e do envelhecimento nas artérias
Garret Morgan (EUA) – Inventou a máscara de gás
Madame C. J. Walker (EUA) – Construiu um império dos cosméticos nos EUA desenvolvendo produtos caseiros para beleza
Norbert Rillieux (EUA) – Engenheiro químico e inventor, barateou os custos da produção de açúcar no EUA ao criar um evaporador múltiplo para processamento
Lewis Latimer (EUA) – Engenheiro elétrico e inventor, tornou possível o uso econômico da luz elétrica pelo mundo
Frederick McKinley Jones (EUA) – Criou o primeiro sistema de refrigeração mecânica para caminhões
Dotsevi Yao Sogah (Gana) – Químico, desenvolveu novos métodos de sintetizar polímeros e outros compostos de petróleo
Thomas Odhiambo (Quênia) – Entomólogo, fundou o Centro Internacional de Fisiologia e Ecologia de Insetos

FONTES Livros Gênios da Humanidade – Ciência, Tecnologia e Inovação Africana e Afrodescendente, de Carlos Eduardo Dias Machado e Alexandra Baldeh Loras, e Black Inventors – Crafting Over 200 Years of Success, de Keith C. Holmes; sites How Stuff Works, Biography, Famous Scientists, National Geographic, Scholastic, O Estado de S. Paulo e SUPERINTERESSANTE

Newsletter Conteúdo exclusivo para você