Logo ME

Teoria da Conspiração: O que foi o Experimento Filadélfia?

No auge da 2ª Guerra Mundial, a Marinha dos EUA teria conseguido teleportar um navio (ou deixá-lo invisível). E ainda manteve a façanha em segredo!

experimento filadelfia

1. Em 28 de outubro de 1943, a Marinha dos EUA supostamente teria conseguido deixar o destroier USS Eldridge invisível. E mais: a embarcação teria sido teleportada da Filadélfia para a base naval de Norfolk. O marinheiro Carl Allen estava em Norfolk, a bordo do Liberty USS Andrew Furuseth, e teria visto quando o navio militar surgiu, envolto numa névoa verde

2. Allen alegou ter sido a única testemunha, porque o fenômeno durou poucos instantes e vários tripulantes do Eldridge morreram ao se fundir com o navio no teleporte de retorno. Segundo conspirólogos, os sobreviventes foram enviados a centros psiquiátricos militares, onde sofreram lavagem cerebral para esquecer tudo, e declarados como “perdidos em missão”

3. A façanha seria uma aplicação da Teoria do Campo Unificado, de Albert Einstein. O físico realmente trabalhava para a Marinha. Em uma carta de junho de 1943, dizia ao tenente Stephen Bruneauer: “Tenho uma ideia de um aparato eletromagnético para esse propósito que gostaria de apresentar a vocês”. Em outra, afirmava que “o experimento me parece ser o único modo de confirmação”

4. Anos depois, Allen passou a mandar cartas para o astrônomo Morris K. Jessup, autor da ficção científica The Expanding Case for the UFO (1955). Allen enviou anonimamente às autoridades uma cópia desse livro, com anotações sobre a “experiência”. Essa versão “comentada” chegou a ser lançada por membros da Marinha e ficou conhecida como “Edição da Varo”

5. Interrogado pela Marinha, Jessup começou a investigar a história. Em 19 de abril de 1959, marcou um encontro com o dr. Manson Valentine para revelar uma importante descoberta. Mas, no dia seguinte, foi encontrado morto em seu carro, num estranho suicídio com monóxido de carbono. Teria sido uma queima de arquivo?

6. Em 1969, Allen finalmente veio a público. Apareceu no Escritório de Pesquisa de Fenômenos Aéreos, no Arizona, e confessou que a história tinha sido inventada. Dez anos depois, porém, voltou atrás e colaborou com os autores Moore & Berlitz em The Philadelphia Experiment: Project Invisibility, o livro que cristalizou essa teoria da conspiração na cultura pop

7. Em 1984, a história inspirou o filme Projeto Filadélfia, com Nancy Allen (estrela da trilogia RoboCop). A película fez surgir uma nova testemunha. Alfred Bielek, suposto responsável pelo setor eletrônico do USS Eldridge, alegou que havia sofrido lavagem cerebral e só relembrou tudo o que havia acontecido ao assistir ao longa-metragem

8. Segundo Bielek, a experiência teria acontecido em 12 de agosto, e não em outubro. E havia sido muito mais que um teletransporte: ele havia viajado pelo tempo, de 1943 a 1983 (assim como havia sido descrito no filme). Além disso, a fenda temporal criada pelo campo magnético atraiu óvnis para a Terra e um deles tinha sido capturado pela Marinha dos EUA

Curiosidade

Allen realmente existiu: segundo registros da Previdência Social, morreu em 1994, no Colorado

Por outro lado…

Diversos registros não indicam nada de incomum na trajetória do USS Eldridge

– O diário de bordo do Eldridge não relata nenhuma atividade anormal ao longo de 1943 e a Marinha nega ter realizado qualquer projeto

– O Eldridge continuou navegando normalmente até 1951, quando foi entregue à Grécia. Suas viagens estão disponíveis para consulta no site da Marinha dos EUA

– Os registros do USS Andrew Feruseth indicam que ele já não estava em Norfolk na data da suposta experiência

– Einstein era consultor em outro projeto, que nada tinha a ver com invisibilidade ou teleporte. Ele desenvolvia um mecanismo magnético para repelir as minas submarinas alemãs, que só em 1942 afundaram mais de mil embarcações dos Aliados

– Hoje existem várias pesquisas de sucesso envolvendo invisibilidade, mas todas funcionariam apenas para certos comprimentos de onda. Por exemplo, aviões podem ficar “invisíveis” para radares, mas não para a luz

– Tudo o que se conhece sobre invisibilidade atualmente não tem relação com a Teoria do Campo Unificado de Einstein

– A filha de Jessup acredita que o suicídio foi verídico, já que, segundo ela, o pai estava deprimido após passar por um divórcio recente e ter recebido críticas hostis a seu livro

LEIA MAIS

Como se cria uma teoria da conspiração?

8 teorias da conspiração malucas demais para serem verdade

FONTES US Navy, Naval History and Heritage Command, filme ProjetoFiladélfia(1984), documentário The Philadelphia Project Experience, do History Channel, e sites UFO, Universia, The Philadelphia Experiment from A-Z, E-Telescope e USS Venture