Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Por que as divisões internas dos EUA são “retas”?

As fronteiras entre Estados não seguiram barreiras naturais, como rios e cadeias de montanhas. Elas são "secas" e retas para que as áreas sejam parecidas

Por Luiz Fujita Atualizado em 15 nov 2018, 21h00 - Publicado em 3 mar 2009, 19h37

Porque os territórios dos Estados Unidos foram organizados para facilitar a política, a economia e a administração do país. A formação do território americano não seguiu barreiras naturais, como rios e cadeias de montanhas, comuns em outros países. Em vez disso, os estados americanos têm fronteiras “secas” e retas, para que as áreas sejam parecidas. Assim, os estados ficam mais iguais entre si e disputam investimentos das empresas de maneira mais equilibrada. Mesmo assim, o maior estado, o Alasca, é 540 vezes maior que Rhode Island, o menor.

Divulgação/Reprodução/Mundo Estranho

1) No período colonial, as 13 colônias já eram divididas em linhas retas. Com a independência do país, as colônias viraram estados e, em 1789, alguns deles cederam parte de sua área ao governo federal em pagamento por dívidas. Esses territórios, chamados de não organizados, eram administrados pelo governo federal enquanto não era definido o controle local.

Divulgação/Reprodução/Mundo Estranho

2) No século 19, a região oeste era dividida entre Espanha, França e os próprios EUA – além de regiões ainda ocupadas por povos nativos – usando fronteiras naturais, como rios e montanhas. O rio Mississippi, por exemplo, separava o território de Indiana e a Louisiana, que foi comprada da França em 1803. Os limites do país passaram a ser montanhas Rochosas a oeste e o rio Vermelho ao sul.

Divulgação/Reprodução/Mundo Estranho

3) Em 1821, um tratado assinado entre EUA e Espanha definiu as fronteiras mais a oeste. Mais uma vez, as divisões eram retas, facilitando a fiscalização e evitando conflitos entre as duas nações. As áreas com divisões mais tortas eram as que ainda não eram estados consolidados (ou seja, com governo local), mas, sim, territórios federais.

Continua após a publicidade

Divulgação/Reprodução/Mundo Estranho

4) Na década de 1850, por meio de outro tratado, os EUA conquistaram o Oregon, que antes era administrado em conjunto com o Reino Unido. Além disso, com a independência do Texas e o fim da guerra com o México, mais terra veio para domínio americano. O país continuou sendo dividido em grandes quadrados de terra, separados apenas pelas montanhas Rochosas.

Divulgação/Reprodução/Mundo Estranho

5) A partir de 1867 os EUA continuaram dividindo grandes blocos em quadrados menores, além de comprarem  o Alasca do Império Russo. Em 1959, incorporaram o Havaí. Hoje, dos 50 estados, poucos escapam às fronteiras retas. As exceções são os estados por onde passam os rios Mississippi, Missouri e Ohio, e pontos como a fronteira entre Idaho e Montana, guiada pelas Rochosas.

Leia também:

– É verdade que os Estados unidos compraram territórios de outros países?

– Por que nos Estados Unidos o futebol é chamado de soccer?

– Qual foi a primeira colônia a se tornar independente?

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês