Clique e assine a partir de 8,90/mês

Quantas espécies de insetos existem no mundo?

Por Redação Mundo Estranho - Atualizado em 4 jul 2018, 20h29 - Publicado em 18 abr 2011, 18h55

Não existe um consenso entre os entomologistas – biólogos especialistas no estudo dos insetos – a respeito desse número, mas as estimativas giram entre 5 milhões e 10 milhões, sendo que somente uma pequena parte já foi catalogada. “Até hoje, foram descritas aproximadamente 1 milhão de espécies, mas não se sabe com exatidão quantas ainda estão para ser descobertas”, afirma o entomologista Roberto Zucchi, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), em Piracicaba (SP). Os insetos pertencem ao filo dos artrópodes, do qual também fazem parte as aranhas e os crustáceos, e formam a maior e mais bem-sucedida classe (Insecta) do reino animal. Altamente adaptáveis, eles são capazes de viver em terra firme, águas doces, salgadas e termais e podem ser encontrados por todo o planeta, das gélidas regiões polares aos desertos.

Juntos, besouros, moscas, formigas, baratas, cupins e todos os outros insetos representam cerca de dois terços das espécies animais existentes no planeta. Se nem o número exato de espécies desses pequenos seres é conhecido, fica impossível estimar qual é a população total deles no planeta, embora não restem dúvidas de que sejam bem mais numerosos que os 6 bilhões de seres humanos. Da mesma forma, os entomologistas não chegaram a um consenso sobre a classificação desses bichos. “Não existem catalogações recentes para todos os tipos de insetos. E, como eles formam um grupo muito extenso, os números são discrepantes”, diz o entomologista Sérgio Antônio Vanin, da USP. Uma das classificações divide a classe dos insetos em três grandes subclasses: Apterygota, Exopterygota e Endopterygota, que, por sua vez, ramificam-se em 31 ordens, como mostra o diagrama abaixo.

Família grande
Esses pequenos animais podem ser divididos em três grupos

Classe: insecta

Faz parte do filo dos artrópodes. Os animais dessa classe distinguem-se dos demais artrópodes por terem, em geral, três pares de extremidades locomotoras na fase adulta

Subclasse: endoptergota

São insetos com asas que passam por um ciclo completo de metamorfose (mudança de forma ou estrutura do corpo)

ORDENS: 10

(Coleoptera, Diptera, Hymenoptera, Lepidoptera, Megaloptera, Mecoptera, Neuroptera, Siphonaptera, Strepsiptera e Trichoptera)

ESPÉCIES: cerca de 805 mil

Exemplos: moscas, abelhas, borboletas e formigas

Subclasse: pterygota

Esses animais são caracterizados por não terem asas

Continua após a publicidade

ORDENS: 5

(Diplura, Protura, Collembola, Zygentoma e Archaeognatha)

ESPÉCIES: cerca de 8 mil

Exemplos: proturos e colêmbolos

Subclasse: Exopterygota

Insetos com asas cuja metamorfose tem um ciclo incompleto

ORDENS: 16

(Anoplura, Ephemeroptera, Mallophaga, Odonata, Plecoptera, Dictyoptera, Isoptera, Psocoptera, Dermaptera, Hemiptera, Grylloblattodea Orthoptera, Thysanoptera, Embioptera, Phasmida e Zoraptera)

ESPÉCIES: cerca de 132 mil

Exemplos: baratas, grilos, gafanhotos e cupins

Total de espécies: cerca de 945 mil

Continua após a publicidade
Publicidade