Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Quem conquistou mais território: Napoleão, Gêngis Khan ou Alexandre?

Todos comandaram grandes campanhas de expansão. Mas nenhum deles sequer chega perto do líder mongol

Por Roberto Navarro Atualizado em 16 ago 2019, 13h05 - Publicado em 18 abr 2011, 18h46

Foi Gêngis Khan, título do chefe mongol Temujin, que conquistou quase 20 milhões de km2. Em segundo lugar vem Alexandre, cujos domínios ultrapassaram 5 milhões de km2. O terceiro é Adolf Hitler, que no auge da expansão da Alemanha nazista chegou a controlar mais de 3 milhões de km2, ganhando de Napoleão Bonaparte, que conquistou cerca de 2 milhões de km2. Nessa lista, consideramos apenas os impérios construídos pela ação de um conquistador – um líder que geralmente usava a força de seus exércitos para dominar vastas porções de terra. Mas nem sempre um grande império nasce só do poderio militar. Foi o que rolou, por exemplo, no caso do Império Britânico, que no século 19 tornou-se o maior império já surgido, com 37 milhões de km2, um quarto do planeta. Na época governado pela rainha Vitória, o Império Britânico resultou mais de aquisições realizadas a partir do século 17 por empresários e companhias particulares do que de guerras vencidas pelos britânicos.

1- GÊNGIS KHAN

Área dominada – 20 milhões de km2

Território em relação ao Brasil – 2,3 vezes maior

Época – De 1200 a 1227

Trajetória – À frente de uma tribo mongol nômade, Gêngis Khan dominou pela força várias tribos rivais na Mongólia até 1206. Depois, partiu para a briga na Ásia Central: 1. Em 1211, atacou o Império Chin, no norte da China, e tomou a cidade mais importante, Pequim, quatro anos mais tarde. 2. Depois, expandiu seus domínios em direção ao oeste e conquistou boa parte do território asiático, chegando até as margens do mar Cáspio. Após a morte de Gêngis Khan, seus filhos e netos ampliaram ainda mais o Império Mongol.

Principal inimigo – Império Chin (chinês)

Que fim levou – Morreu em 1227, em circunstâncias desconhecidas. Algumas versões dizem que morreu depois de cair de um cavalo, durante uma caçada ou em meio a uma batalha

2- ALEXANDRE

Área dominada – 5 milhões de km2

Território em relação ao Brasil – 60% do tamanho do Brasil

Época – Entre 335 a.C. e 323 a.C.

Trajetória – Herdeiro do Império Macedônico, Alexandre comandou seu exército avançando contra os persas no território da atual Turquia, contornando a costa do Mediterrâneo e conquistando o Egito, no norte da África. 2. Depois, ele domina boa parte de Oriente Médio e oeste da Ásia, parando nas fronteiras ocidentais da Índia, pois seus soldados recusavam-se a seguir.

Principal inimigo – Império Persa

Continua após a publicidade

Que fim levou – Morreu de motivos incertos em 323 a.C. Seus domínios foram divididos entre seus generais, que entraram em luta entre si e desintegraram o império

3- HITLER

Área dominada – 3 milhões de km2

Território em relação ao Brasil – 40% do tamanho do Brasil

Época – Entre 1938 e 1945

Trajetória – 1. Hitler anexou com manobras políticas a Áustria em 1938 e 2. ocupou a Tchecoslováquia e a Polônia no ano seguinte, dando início à Segunda Guerra Mundial. 3. No conflito, dominou a França e uma porção do norte da África. 5. Seu avanço foi contido depois de invadir a União Soviética, em 1941.

Principal inimigo – Grã-Bretanha, União Soviética e Estados Unidos

Que fim levou – Suicidou-se em Berlim em 1945, no fim da Segunda Guerra

4- NAPOLEÃO

Área dominada – 2 milhões de km2

Território em relação ao Brasil – 25% do tamanho do Brasil

Época – Entre 1799 e 1815

Trajetória – 1. Em 1780, Napoleão derrotou os exércitos da Áustria e submeteu a Suíça e a Holanda, 2. além de anexar territórios da atual Itália. 3. Invadiu em seguida sua ex-aliada Espanha e tratou de consolidar seu império, que chegou a dominar boa parte da Europa. 4. Fracassou na tentativa de conquistar a Rússia, sendo derrotado definitivamente em 1815 por tropas lideradas pelos britânicos.

Principal inimigo – Grã-Bretanha e Rússia

Que fim levou – Exilado na ilha de Santa Helena, no sul do oceano Atlântico, morreu em 1821

Continua após a publicidade
Publicidade