Logo ME

Os insetos têm olfato?

Sim, mas ele funciona de uma maneira bem diferente da nossa. Os insetos captam odores por meio de células sensoriais localizadas principalmente em suas antenas e junto à boca. “Essa captação é usada para procurar comida, localizar lugares para botar ovos e propiciar o encontro para reprodução”, diz o entomologista Sérgio Antônio Vanin, do Museu de Zoologia da USP. Assim como outros animais, muitos insetos produzem substâncias químicas chamadas feromônios, que atuam como agentes de comunicação entre indivíduos da mesma espécie. “Na mariposa do bicho-da-seda, o feromônio de atração sexual liberado pela fêmea é captado pelas antenas do macho a 2 quilômetros de distância!

Já nas abelhas, esses feromônios, captados pelas antenas das operárias, regulam a produção de cera e de geléia real”, afirma Sérgio. Algumas formigas, por sua vez, verificam o lugar por onde andam com as antenas, conseguindo, assim, perceber o rastro das substâncias químicas deixado pelas companheiras. Os insetos também têm receptores gustativos, que os ajudam a sentir sabores. Eles são encontrados em todas as partes do corpo, mas estão concentrados nas pontas das antenas, junto à boca e nas pernas. As formigas e as moscas domésticas, por exemplo, possuem esses receptores nas extremidades de suas patas. Assim que caminham (ou pousam) sobre um pedaço de bolo, já recebem informações gustativas.