Logo ME

Por que as baleias ejetam água?

Na verdade, as baleias não ejetam um esguicho de água como parece. Elas ejetam ar quente, que, ao encontrar o frio da atmosfera, condensa-se, criando uma nuvem de gotinhas de água. Nas baleias maiores, como a azul, esse borrifo pode chegar a 9 metros de altura. Aliás, é pelo borrifo que os caçadores estimam a localização, a espécie e o tamanho das baleias – em geral, quanto maior a baleia, maior o borrifo. Mas, além da altura, eles ficam de olho no formato: o borrifo da baleia franca, por exemplo, tem formato de V.

Mas não são só as baleias que têm “esguicho”. Essa é uma característica de todos os cetáceos (golfinhos e botos, além das baleias). Ao contrário dos peixes, eles respiram através de pulmões e, por isso, precisam subir à superfície para fazer a troca gasosa.

RESPIRE FUNDO

Baleias têm pulmões até mil vezes maiores que os nossos

1- Quando a baleia 4 chega à superfície, o ar entra pelo orifício respiratório, uma espécie de nariz da baleia. Assim que ela mergulha, um tampão fecha este orifício e impede a entrada de água, evitando que ela se afogue.

2- O ar chega aos pulmões, onde ocorrem as trocas gasosas. A diferença em relação aos nossos é que, enquanto absorvemos em média 15% de oxigênio do ar inalado, as baleias aproveitam 90%. Por isso, ficam tanto tempo submersas – a cachalote, por exemplo, fica até uma hora e meia debaixo da água.

3- Dos pulmões, sai o sangue oxigenado em direção ao coração da baleia. O sangue dos cetáceos é muito mais escuro que o nosso em função da abundância de hemoglobina (proteína que transporta oxigênio). Isso também os ajuda a tirar maior proveito do ar inalado.

4- Para tornar a respiração mais eficiente, assim que a baleia mergulha o coração passa a bater mais devagar, reduzindo o fluxo de sangue. O oxigênio circula lentamente e o gás carbônico volta aos pulmões, de onde é encaminhado para o orifício respiratório.