Logo ME

Como era a arca de Noé?

Embarcação teria capacidade para 70 mil animais - o que é pouco para salvar toda a biodiversidade

ILUSTRA Tom Ventre
EDIÇÃO Felipe van Deursen

(Tom Ventre/Mundo Estranho)

LEIA A REPORTAGEM “AS HISTÓRIAS QUE A BÍBLIA NÃO CONTOU”
– Arca de Noé
– Êxodo
– Sansão
– Davi
– Queda de Jerusalém
– Crucificação

ZOO-BALSA
Deus elegeu Noé para construir um enorme barco e escapar da destruição do mundo

Maldade no coração
De acordo com a Bíblia, a humanidade levou a sério a história de se multiplicar. Mas Deus viu nisso um problema: grande parte das pessoas não era boa de coração. Ele resolveu então cortar o mal pela raiz e mandar um dilúvio para acabar com a raça humana. Antes, porém, identificou em Noé um bom homem e resolveu poupá-lo

Manual minucioso
Deus deu orientações específicas para a construção da arca: 300 côvados de comprimento por 30 côvados de altura e 50 de largura. Em medidas atuais, 1 côvado varia de 45,5 cm a 52,3 cm. Assim, fazendo uma média, a arca teria as dimensões de um navio cargueiro pequeno

Proteção extra
A arca deveria ser de “gofer”, termo hebraico para cipreste, pinho ou cedro. Se fosse de cipreste, teria 1.200 t, segundo físicos da Universidade de Leicester (Reino Unido). Depois, Noé besuntou o navio de betume, um petróleo que brota da terra, era abundante na região e servia de resina protetora

Começar de novo
Deus disse para Noé levar na arca sua família e um casal de cada espécie do mundo. A chuva durou 40 dias e a enchente cobriu até montanhas altas. Mas a aventura levou muito mais tempo. A terra só secou a ponto de a turma toda conseguir sair do barco depois de 370 dias

A busca pela arca
A Bíblia cita as montanhas do Ararat como o local em que a arca parou depois da chuva. Por isso, o monte Ararat, na Turquia, vive recebendo exploradores. Mas a maioria dos especialistas acha que a arca, se existiu, não será encontrada – seus restos já teriam apodrecido há um tempão

A salvo?
Os pesquisadores da Universidade de Leicester calcularam que o barco transportaria até 70 mil animais. Parece muito, mas não para a pretensão da arca, que era transportar todas as espécies da Terra. Veja quantas elas são:

  • 1,2 milhão de espécies catalogadas
  • 5,5 mil de mamíferos
  • 1 espécie de mamífero para cada 312 espécies de artrópodes

Mas o total de espécies pode ser bem maior. Estima-se que ainda não foram catalogadas:

  • 91% das espécies aquáticas
  • 86% das espécies terrestres

Bicharada
A parte que fala dos animais é controversa. Em um trecho, Noé deveria pegar um casal de cada. Em outro, deveriam ser sete casais de cada bicho puro e um de cada impuro. Salvo exceções, puros eram os que ruminam, têm casco com fenda, barbatana ou escamas

  • Puros: boi, veado, bode, ovelha, bacalhau, galinha, pato, gafanhoto
  • Impuros: camelo, coelho, porco, cachorro, rato, lagosta, urubu, lagarto

O que a ciência diz
Muitas partes da Bíblia vêm de textos mais antigos, adaptados para a crença do Deus único. A saga da arca deriva de textos mesopotâmicos, como a Epopeia de Gilgamesh e o Épico de Atrahasis (1750 a.C.), – em que o problema dos deuses com os homens não era o mau caráter, mas o barulho que faziam. Para acabar com a algazarra, a solução foi o dilúvio. Um dos deuses, Enki, instruiu Atrahasis a construir uma arca para os animais. Ela seria redonda (veja na ilustração acima), segundo Irving Finkel, cientista do Museu Britânico que decifrou a história. Ele explica que é possível que um desastre tenha inspirado a saga: uma enchente nos rios Tigre e Eufrates ou uma inundação há mais de 5 mil anos, em que a água do Mediterrâneo teria invadido com fúria o Mar Negro.

FONTES Bible Archaeology, Biblical Archaeology, British Museum, Jewish Virtual Library, Journal of Archaeological Science, Slinging; livros Bíblia: Uma Biografia, de Karen Armstrong, Bíblia, Deus, Uma Biografia, de Jack Miles, Excavating Jesus, de John Dominic Crossan e Jonathan L. Reed, The Mystic Past, de Thomas L. Thompson, e Jesus, Coleção Para Saber Mais, de Rodrigo Cavalcante e André Chevitarese

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s