Logo ME

Quais são as “mais de 4,7 mil substâncias tóxicas” no cigarro?

Senta que lá vem

Ao todo, são 5.315 substâncias (cerca de 4,7 mil nocivas) na fumaça do cigarro. O número pode chegar a 8.622 se também forem considerados os compostos presentes na folha do tabaco e os aditivos industriais. Eles são inseridos artificialmente para turbinar o cigarro em vários aspectos, como dar sabor e aroma mentolados ao fumo, diminuir a irritação (tornando a fumaça mais palatável) e potencializar os efeitos da nicotina.

substancias-toxicas-cigarro

Documentos da indústria tabagista comprovam que já se cogitou a adição de anti-inflamatórios, anestésicos locais e até moderadores de apetite para diminuir ou mascarar os efeitos danosos do vício. “Isso só foi descoberto depois que a Justiça dos EUA determinou que a indústria do tabaco disponibilizasse seus dados internos, incluindo relatórios de pesquisa”, afirma André Luiz Oliveira, da gerência de produtos derivados do tabaco, da Anvisa.

Quando inalada, essa mistura venenosa, que inclui solventes orgânicos, ácidos, metais pesados e até mesmo materiais radioativos, prejudica demais o organismo, causando alergias, intoxicações nos pulmões, doenças cardíacas, cegueira, impotência e vários tipos de câncer.

MISTURA PESADA

Conheça os ingredientes mais sinistros do fumo

MAIS LETAL

SUBSTÂNCIA – Nicotina

O QUE CAUSA – É considerada a substância mais mortífera do cigarro, já que é a responsável pela dependência química. Quanto mais o fumante consome cigarros, mais exposto fica a outros milhares de substâncias tóxicas.

MAIS ABUNDANTE

SUBSTÂNCIA – Monóxido de carbono

O QUE CAUSA – O mesmo gás inflamável expelido pelos escapamentos de veículos se liga às hemácias do sangue de forma permanente, impedindo o transporte eficaz de oxigênio no corpo.

MAIS RADIOATIVO

SUBSTÂNCIA – Plutônio

O QUE CAUSA – Esse metal, emissor de radiação alfa, utilizado em armas nucleares, é altamente cancerígeno, muito associado ao câncer de pulmão. Tem efeito cumulativo e a ingestão de pequenas quantidades prejudica o funcionamento dos rins.

CANCERÍGENOS

SUBSTÂNCIAS – Nitrosaminas, policíclicos e metais pesados (arsênio, cádmio etc.)

O QUE CAUSAM – São associados a cânceres de pulmão, além dos de esôfago e língua (nitrosaminas), de mama (policíclicos aromáticos) e de próstata (metais pesados).

VENENO PARA ANIMAIS

SUBSTÂNCIA – Cianeto de hidrogênio

O QUE CAUSA – Esse gás incolor, usado no combate a pragas, cupins e baratas, combina-se com o ferro da hemoglobina, bloqueando a recepção do oxigênio pelo sangue. Em alta concentração, pode matar por sufocamento químico.

Curiosidades:

– A indústria tabagista cogitou adicionar amônia (produto usado na limpeza de azulejos e corrosivo para o nariz) para potencializar o efeito da nicotina;

– O cianeto foi usado como arma química na 1ª Guerra Mundial, nas câmaras de gás da 2ª Guerra e na execução de condenados à morte nos EUA;

– O fumo está associado a 95% dos casos de câncer de pulmão e 30% de todos os outros cânceres;

– Outras substâncias radioativas, como urânio e chumbo, também estão presentes.

FONTES: Sites da Agência para Substâncias Tóxicas e Registro de Doenças dos EUA, legacy.library.ucsf.edu, inca.gov.br, cancerresearchuk.org, fiocruz.br, inca.gov.br, surgeongeneral.gov e iarc.fr.

CONSULTORIA: Patricia Targon Campana, biofísica molecular, espectroscopista e pesquisadora da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP.

Leia também:

– A fumaça do cigarro influência o efeito estufa?

– Quais foram os anúncios mais politicamente incorretos da história?

– Quais os males que o cigarro provoca no corpo humano? 

 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!